Jogos Mortais 4 (“Saw 4”, EUA, 2007)

Genre :

[youtube WbOXHv7jNN4]

A franquia mais bem sucedida de terror dos últimos anos se explica de forma simples: um roteiro muito bem elaborado, com elementos adicionados em cada parte os quais explicam eventos anteriores, além de sangue e tripas em profusão para agradar os jovens sedentos de… ação.

Agora os policiais continuam na pista das torturas do já morto Jigsaw, mal sabendo que eles próprios podem se tornar vítimas. Os jogos de Jigsaw continuam cada vez mais sanguinários, porém se baseiam sempre no mesmo conceito de que, para se salvar, sua vítima deverá abdicar de alguma parte de seu corpo. Portanto cada vez mais os elementos da narrativa que explicam as origens do psicopata e seu modus operandi tomam maior importância.

E é justamente nesse quesito que essa quarta parte apresenta uma queda de qualidade: nas três primeiras fomos apresentados gradativamente às origens e aos motivos que levou nosso protagonista à matar de forma tão bizarra. Só que agora nos é apresentado um motivo adicional para a mesma conseqüência, passando até pela perda de um filho e o abandono de uma mulher. Ora, se os motivos já haviam sido claramente explicados, porque adicionar mais um? Simplesmente para a franquia continuar. Além disso, o roteiro também trapaceia num momento crucial, levando o expectador a se desviar de seu caminho. Pior é que essa tal cena (quem quiser saber pode perguntar pelas mensagens) também seria desnecessária e o resultado surtiria o mesmo efeito sem ela.

Mesmo assim, Jogos Mortais 4 tem um desfecho brilhante onde a cronologia é a grande chave para decifrar o mistério. A partir daí, quem tiver um pouco de atenção descobre fácil que vai haver a quinta parte e qual será o novo elemento de narrativa a ser adicionado. Continua um ótimo jogo e parece que ainda está só começando.

Nota 7


Ficha Técnica

Elenco:
Tobin Bell
Lyriq Bent
Costas Mandylor
Scott Paterson

Direção:
Darren Lynn Bousman

Produção:
Mark Burg
Oren Koules

Fotografia:
David A. Armstrong

Trilha Sonora:
Charlie Clouser

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑