Killshot – Tiro Certo (“Killshot”, EUA, 2008)

Genre :

[youtube FFJWBuMmfVk]

Quando um roteiro abre mão da própria coerência pra conseguir contar uma história, bom sinal não é. Armand (Mickey Rourke de “O Lutador“) é um assassino profissional de altíssimo nível (sic) que realizou seu último trabalho (clichê de milhares de filmes do gênero), porém algo dá errado e ele não recebe seu dinheiro e ainda é perseguido por um chefe da máfia.

Sem nenhuma razão explicável, ele se junta a um delinqüente juvenil (Joseph Gordon-Levitt de “G.I. Joe“) para um pífio assalto a uma imobiliária. Os caras chegam na hora do almoço e encontram o casal Carmen e Wayne (Diane Lane de “Noites de Tormenta” e Thomas Jane de “O Nevoeiro“), os quais impedem o assalto. Após fugirem, os dois passam a perseguir o casal, já que, segundo Armand, é inadmissível que alguém veja seu rosto sem que morra pelas suas mãos.

Os problemas de roteiro, que já começaram, daí em diante pioram. A dupla de bandidos passeia por onde quer, inclusive entrando na casa do casal – que se muda devido ao programa de proteção a testemunhas – e não há nenhuma viatura policial vigiando. E olha que eles estão sendo procurados pelo FBI numa cidadezinha pequena. E qualquer chance de melhora da história é destruída a partir do meio do segundo ato quando Armand chantageia o chefe da máfia que o estava perseguindo para que o casal possa ser achado. Mas espere. Se o assassino tinha recursos pra chantagear seu chefe, porque não o fez logo no início do filme, pegou o dinheiro e se mandou? Ah, porque aí não teríamos esse filme. Entretanto, esse argumento acabou com a já pouca credibilidade da produção.

Incrível é como a história consegue ser tão tosca porém ter uma parte surpreendente: consegue como poucas explorar o lado mais íntimo, tanto do matador, quanto do casal, na época à beira da separação. Muito produtivo o desenrolar da inteiração entre Armand, seu novo pupilo maluco e a namorada deste (Rosario Dawson de “Sete Vidas” numa ponta sem muito sentido, além de fazerem ela ficar feia). Contudo no terceiro ato, tudo isso é jogado no lixo para que haja o grau de violência e ação nosense do script. Mais uma amostra de desperdício de bons atores e boa produção com uma história fabricada pelos descerebrados de Hollywood. “Killshot” fica longe de ser m tiro certo.

[rating:2]


Ficha Técnica

Elenco:
Mickey Rourke
Diane Lane
Thomas Jane
Joseph Gordon-Levitt
Lynne Deragon
Rosario Dawson

Direção:
John Madden

Produção:
Lawrence Bender
Richard N. Gladstein

Fotografia:
Caleb Deschanel

Trilha Sonora:
Klaus Badelt

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑