O Castelo de Vidro (“The Glass Castle”)

O gênero em que passado e presente se revezam num drama para que o espectador entenda os reflexos de dramas e traumas vividos nos personagens para os dias atuais nem sempre rende bons frutos por causa da confusão junto à não linearidade da narrativa.

Mas é justamente à boa condução do diretor Destin Daniel Cretton (sim, ele mesmo, de “Shang-Li e a Lenda dos Dez Anéis” da Marvel) e o ótimo elenco que fazem a produção atingir outro patamar.

O início até lembra o também sensacional “Capitão Fantástico” onde uma família cujo pai Rex (Woody Harrelson, o Carnificina de “Venom 2”) quer viver fora das regras da sociedade junto com a mulher Rose (Naomi Watts de “Mate ou Morra”) e suas 3 filhas e 1 filho.

Só que Rex se revela um alcoólatra e apesar de amar a família, não consegue emprego e acabam vivendo numa pobreza e turbulência que afeta a todos, principalmente à filha Jeannette que, anos depois já adulta e interpretada por Brie Larson de “Luta Por Justiça”, não consegue se relacionar com os pais que ainda vivem como indigentes.

Baseada numa história real cujo livro foi escrito pela verdadeira Jeannette (ela e a família aparecem nos créditos finais), o público consegue acompanhar muito bem a transição entre passado e presente e a narrativa não fica fragmentada. Além disso, roteiro e diretor conseguem não dividir a história em dois filmes, mas em um filme coeso onde os dois momentos se completam e, principalmente se justificam, isto é, é perfeitamente palpável a relação que atos cruciais do passado tem no presente de cada um dos envolvidos.

Se Brie Larson, que sabemos ser mais limitada, consegue estar bem correta, Woody Harrelson dá um show como um personagem ao mesmo tempo tão amoroso e tão perturbado, sendo que Naomi Watts aparece mais como suporte, mas faz seu papel com muita garra, sendo que o elenco coadjuvante não decepciona, inclusive o mirim que está no mesmo nível de performance que os demais.

Tanto os efeitos de câmera para denotar a mudança do tempo quanto a trilha de Joel P West (também de “Shang-Li…”) se encaixam direitinho na história e embrulham um ótimo resultado.

O Castelo de Vidro” é daqueles dramas que qualquer um com uma família disfuncional, por mais que não seja na proporção do filme, vai criar afinidade, principalmente por ser algo inspirado num caso real e ser tão bem conduzido.

Curiosidades:

– A atriz mirim Sadie Sink virou vegana depois da convivência nas filmagens com Woody Harrelson e sua família que também são veganos.
– Uma das maiores diferenças entre o filme e o livro (que conta a vida real) é que no filme Jeannette tem vergonha de ser uma jornalista que escreve a coluna de fofocas do jornal, enquanto no livro ela defende essa sua posição e ainda conta que seu pai ajudava a escrever as colunas também.

Ficha Técnica

Elenco:
Brie Larson
Woody Harrelson
Naomi Watts
Ella Anderson
Chandler Head
Max Greenfield
Josh Caras
Charlie Shotwell
Iain Armitage
Sarah Snook
Sadie Sink
Olivia Kate Rice
Brigette Lundy-Paine
Shree Crooks
Eden Grace Redfield
Robin Bartlett
Joe Pingue
A.J. Henderson
Dominic Bogart
Chris Gillett
Tessa Mossey
Brenda Kamino
Vlasta Vrana
Andrew Shaver
Sandra Flores

Direção:
Destin Daniel Cretton

Produção:
Ken Kao
Gil Netter

Fotografia:
Brett Pawlak

Trilha Sonora:
Joel P West

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑