O Homem Duplo (“A Scanner Darkly”, EUA, 2006)

[youtube B314GJ7BE8s]

O Homem Duplo é um filme esquisito. Não só pela técnica de rotoscopia digital, em que as cenas são rodadas com atores e posteriormente são recobertas por animação gráfica, a qual o diretor Richard Linklater já utilizou em seu outro filme “Walking life“, mas pelo fato de que a grande revelação do filme é deixada em segundo plano. Além disso tem um desfecho que traz ao mesmo tempo depressão e esperança.

Explico: baseado na obra de Philip K. Dick, o longa narra num futuro próximo o cotidiano de um policial disfarçado em busca de uma organização de drogas que acaba se tornando um viciado. Como aparentemente ninguém da polícia sabe sua identidade, ele recebe a missão de vigiar a ele próprio e, nesse meio tempo, a droga começa a tomar conta de seu cérebro.

Só que em vez da trama seguir por esse caminho, ela foca a maior parte do tempo na própria relação de dependência que a droga produz no protagonista e em seus pirados amigos. Somente no fim, no belo texto do autor, entendemos o motivo desse foco. Assim, uma trama tipicamente comercial, vira um retrato do cotidiano tal quais outros filmes do diretor como “Antes do Amanhecer“. Estranhamente bom.

Nota 7


Ficha Técnica

Elenco:
Keanu Reeves
Robert Downey Jr.
Woody Harrelson
Rory Cochrane
Winona Ryder

Direção:
Richard Linklater

Produção:
Tommy Pallotta
Jonah Smith
Erwin Stoff
Anne Walker-McBay
Palmer West

Fotografia:
Shane F. Kelly

Trilha Sonora:
Graham Reynolds

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑