O Recepcionista (“The Night Clerk”)

Tye Sheridan, o Ciclope jovem de “X-Men”, é o grande trunfo de “O Recepcionista”. Ele é Bart, um jovem com autismo no espectro de Asperger avançado, no limiar em que pode socializar com as pessoas. Ele trabalha na cota PCD de um hotel e tem o fetiche de observar os hóspedes via câmeras escondidas. Numa noite ele presencia um assassinato e acaba sendo o principal suspeito. As coisas tomam um rumo diferente quando conhece Andrea (Ana de Armas de “Filha de Deus”) que vai balançar seu coração.

Sheridan está sensacional e demonstrando vestir completamente o personagem autista. Seus trejeitos e maneirismos são tão naturais que ele rouba todas as cenas (e melhor: está em quase todas).

O problema é que o roteiro quer imputar a ele todos os buracos na trama que ele mesmo coloca no caminho. Os autores quiseram ser espertinhos colocando o efeito da dúvida se ele é culpado ou não, como se o que ele viu pudesse ser fruto de sua imaginação, culpando o autismo (só que isso seria esquizofrenia). Entretanto, todas as decisões do protagonista e seus consequentes eventos não tem nada a ver com isso. E não tem nada a ver com nada, mesmo com o diretor Michael Cristofer querendo jogar isso nas costas da doença. Tanto que a solução do desfecho é praticamente a mesma solução que foi negada ao espectador no início das investigações (ao ver o filme, irão entender).

Ainda há alguns artifícios narrativos desnecessários, como por exemplo, no último ato a percepção de que Bart quer se matar e então escuta-se um tiro, só para depois a trama mudar para algo que não tem nenhuma correlação com a cena anterior, mas apenas para causar uma sensação.

O Recepcionista” vale por Tye Sheridan e, se muito, pela beleza sempre estonteante de Ana de Armas. Já a história tem becos sem saída que foram abertos à força e sem nenhuma sutileza.

Ficha Técnica

Elenco:
Tye Sheridan
Ana de Armas
Helen Hunt
John Leguizamo
Johnathon Schaech
Jacque Gray
Joey Miyashima

Direção:
Michael Cristofer

Produção:
Arianne Fraser
David M. Wulf

Fotografia:
Noah Greenberg

Trilha Sonora:
Erik Hall

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑