Pieces of a Woman

Situado naquele subgênero do drama referente à perda de ente querido, a nova produção da Netflix fala sobre o casal Martha e Sean, interpretado por Vanessa Kirby do spin-off de “Velozes e Furiosos” e Shia LaBeouf de “Docinho da América”, que decide ter um parto humanizado em casa, só que acabam perdendo o bebê e sua família acusa a parteira de negligência. Enquanto o julgamento procede, a vida do casal se desintegra.

A história se baseia no fato da própria autora húngara Kata Wéber ter perdido seu bebê com seu parceiro Kornél Mundruczó, diretor do filme, e que precisou se afastar de tudo.

Dois pontos se destacam e dão força para que o drama mude de patamar: o primeiro é a sequência visceral de quase 30 minutos filmados em praticamente uma só tomada logo no primeiro ato sobre o parto e a perda do bebê. É um soco no estômago, de dar uma enorme agonia e com um potencial emocional enorme.

A segunda é o elenco que parece estar na melhor sintonia e abraça o papel com unhas e dentes: enquanto Vanessa Kirby é o próprio retrato da mulher em pedaços, Shia LaBeouf finalmente cresce, aparece e interpreta o melhor papel de as carreira, muito mais adulto e profundo. E não dá para deixar de destacar a decana Ellen Burstyn (“Dois Homens Contra Uma Cidade“) num papel coadjuvante, mas de incrível força como a mãe de Martha que cultiva valores diferentes da filha. Seu monólogo sobre o próprio nascimento é uma aula de atuação.

Todos os atos fincam o pé na realidade mesmo com a alta qualidade do design estético de produção. Seu desfecho é uma espécie de redenção subjetiva que faz o espectador imaginar se é verdade ou apenas imaginação da personagem (se já viu o filme as curiosidades podem esclarecer essa cena).

Pieces of a Woman” é um dos mais fortes dramas da atualidade com direção segura, primeiro ato arrebatador e performances muito acima da média.

Curiosidades:

– A cena principal, do parto no primeiro ato, demorou 2 dias e foram 6 tomadas inteiras para que o diretor escolhesse a melhor. Ele escolheu a 4ª tomada.
– Como Vanessa Kirby nunca foi mãe, ela viu inúmeros documentários sobre partos e inclusive participou de uma sessão de parto humanizado ao vivo.

SPOILER – SÓ LEIA SE JÁ VIU O FILME:

– Na parte do julgamento Martha diz que quando recebeu a filha nos braços ela tinha “cheirinho de maçã”. No desfecho, a menininha loira, sobe numa macieira e come uma das maçãs. Isso pode ser um indicativo de que a cena final acontece na imaginação da protagonista, como uma espécie de redenção ou recomeço.

Ficha Técnica

Elenco:
Vanessa Kirby
Shia LaBeouf
Ellen Burstyn
Iliza Shlesinger
Benny Safdie
Sarah Snook
Molly Parker
Steven McCarthy
Tyrone Benskin
Frank Schorpion
Harry Standjofski
Domenic Di Rosa
Jimmie Fails

Direção:
Kornél Mundruczó

Produção:
Ashley Levinson
Kevin Turen

Fotografia:
Benjamin Loeb

Trilha Sonora:
Howard Shore

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑