Saint Maud

Genre : ,
Actor : , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2019

Mais que uma experiência narrativa, é uma experiência áudio visual.

Apostando no minimalismo, a produção introduz Maud (Morfydd Clark de “A História Pessoal de David Copperfield”), uma enfermeira que, após um misterioso acidente no hospital onde trabalhava, é afastada e vira cuidadora. Obcecada por religião, ela passa a cuidar de Amanda (Jennifer Ehle de “Amizades Improváveis”), uma ex-bailarina em estado terminal de câncer, mas cheia vícios e luxúria. Maud põe na cabeça que sua missão é salvar a alma de sua paciente, o que pode trazer consequências aterradoras.

Apesar do roteiro parecer deixar claro que tudo não passa de um transtorno psicológico da protagonista, seus efeitos especiais acompanhados da sombria trilha sonora de Adam Janota Bzowski também dão indícios de algo sobrenatural e entre a interação das duas personagens e os delírios solitários de Maud, sempre paira uma tensão de que algo de ruim pode acontecer a qualquer momento.

O papel de louca introvertida cai direitinho em Morfydd Clark que por momentos faz expressões faciais tão grotescas que parecem efeitos especiais (será?) e por si só se torna a grande atração.

Carregando o filme nas costas, seu desfecho tem uma fração de segundo no final que consegue explicar todo o enredo fechando qualquer ponta solta ou dúvida que houvesse.

Saint Maud” é terror pesado sem ser explícito e que espalha uma aura soturna que dá aquela dorzinha espiritual no ombro.

Curiosidade:

– Na cena em que Maud conversa com “Deus” (entre aspas), a voz dele na verdade é da própria Morfydd Clark com um filtro que baixou algumas oitavas, fazendo sua voz parecer mais grossa.
– Maud tem olhos de cores diferentes: um castanho e outro azul. Mas a atriz Morfydd Clark tem apenas olhos azuis e colocou uma lente para mudar a cor de um deles.

Ficha Técnica

Elenco:
Morfydd Clark
Jennifer Ehle
Lily Knight
Lily Frazer
Caoilfhionn Dunne
Marcus Hutton
Carl Prekopp
Noa Bodner

Direção:
Rose Glass

Produção:
Andrea Cornwell
Oliver Kassman

Fotografia:
Ben Fordesman

Trilha Sonora:
Adam Janota Bzowski

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Clayton
    on

    A A24 é a mesma de A Bruxa, Hereditário e Midsommar, ou seja, ela só coloca o selo em obras transgressoras e de alta qualidade, e Saint Maud não decepciona.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑