Uma Doce Mentira (“De Vrais Mensonges”, França, 2010)

Genre : , ,

A gente vê certos exemplares do cinema europeu e fica se perguntando o que falta pra Hollywood sair do lugar comum das comédias românticas e elaborar uma história original. Vendo “Uma Doce Mentira” parece fácil.

Audrey Tautou retoma sua parceria com o diretor Pierre Salvadori feita em “Amar… Não Tem Preço” e interpreta Émilie, uma dona de salão de beleza que tem em seu responsável pela manutenção do estabelecimento, Jean (Sami Bouajila de “O Ritual da Pedra”) um admirador secreto. Ele escreve uma apaixonada carta de amor anônima para Émilie, só que ela usa essa carta para mandar para sua mãe Maddy (Nathalie Baye) como se fosse um outro admirador secreto. Isso porque Maddy ainda está muito deprimida por causa do divórcio. Imaginem o imbróglio que dá quando acidentalmente Maddy passa a achar que Jean é apaixonado por ela ao invés da filha.

Como podem ver, a sinopse não é fácil de redigir justamente pelo cuidado que tiveram para escrever um roteiro autêntico para um gênero com histórias tão batidas. O elenco, em especial Audrey Tautou (perigosamente magra, por sinal), dá um banho de comédia com um timing cômico perfeito. E muito mais que isso: os artistas conseguem naturalmente subverter sua interpretação ao drama ou ao romance quando necessário sem forçar a barra ou insultar a inteligência do espectador.

As reviravoltas também são orgânicas à trama e sempre bem acompanhadas da deliciosa trilha de Philippe Eidel, o qual reveza entre o europeu e o americano com pitadas carismáticas de orquestra minimalista. O diretor consegue conciliar romance e comédia de uma forma impecável, como na cena em que a protagonista fala com a mãe no celular e descobre um segredo enquanto assiste Jean numa performance hilária. Sem contar em certos preciosismos técnicos como a abertura onde o espectador tem a visão de Émilie através de um vidro colorido.

Uma Doce Mentira” é daqueles filmes carismáticos e apaixonantes, do qual parece um amor a primeira vista e um divertimento de primeira. A prova cabal que um filme comercial pode ser de melhor qualidade sem precisar copiar dos outros. Recomendadíssimo.
[rating:4]

Ficha Técnica

Elenco:
Pierre Salvadori

Direção:
Pierre Salvadori

Produção:
Audrey Tautou
Nathalie Baye
Sami Bouajila
Stéphanie Lagarde
Judith Chemla

Fotografia:
Gilles Henry

Trilha Sonora:
Philippe Eidel

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Jazz @brabul
    on

    Eu sabiiiiiiiiiiia que esse filme era bom!! Agora eu quero ver o Além da Estrada =)

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑