Zeroville – A Vida em Hollywood (“Zeroville”)

A direção de James Franco geralmente é de linguagem mais complexa e já entregou belos filmes como “Artista do Desastre” e “Batalha Incerta”, mas também obras pra lá de duvidosas como “Último Desejo”. Infelizmente “Zeroville” se junta a esta última categoria

Também protagonizando, ele é Vikar um jovem alterado e inebriado pelo cinema que chega em Hollywood no fim da década de 60 para construir sets e acaba sendo um editor super requisitado, mas que encontra numa atriz de segunda categoria, Soledad (Megan Fox de “As Tartarugas Ninja”), seu amor e sua perdição.

A produção segue dois caminhos em paralelo: o melhor, mostrando – como o subtítulo brasileiro propõe – a vida em Hollywood com ótimas tiradas e menções indiretas a Steven Spielberg, Robert Altman, Stanley Kubrick, George Lucas, David Lynch, Marlon Brando e muitos outros. Se enveredasse apenas para esse lado, talvez a obra fosse mais uma daquelas ótimas homenagens ao cinema.

O problema é que o segundo caminho que vai tomando a essência da história a partir de sua metade é o tal romance insólito entre Vikar e Soledad que culmina num clímax de subjetividade e abstração típicas de Lynch e Fellini, só que sem o talento deles. Perde-se o que fora desenvolvido até então para entrar numa áurea esquisita de um enigma da sétima arte que só é citado a partir do último ato. É como se Franco tivesse mudado de idéia do rumo a tomar no meio das filmagens.

O resultado é um início com bastante história e um fim com uma ótima edição e experiência visual, porém deslocado e cansativo, além de não ter nenhuma mensagem, seja de redenção ou de amor a Hollywood.

Baseado no livro de Steve Erickson , “Zeroville” é povoado pelos amigos de Franco e tinha tudo para ser um ótimo filme, mas escolheu um caminho obscuro e ficou preso no calabouço de sua própria ambição artística.

Curiosidades:

– O filme foi feito em 2014, mas só foi lançado 5 anos depois, porque a produtora dele foi à falência.
– A atriz brasileira Thaila Ayala, lindíssima, faz uma ponta com o busto de fora.
– Apesar de menções óbvias, por razões de direitos autorais, o filme não poderia falar diretamente de atores e diretores ou de suas produções.
– A personagem de Megan Fox, Soledad, é baseada na atriz Soledad Miranda que atuou em “Vampiras Lésbicas” de 1971, filme que é mencionado na história.

Ficha Técnica

Elenco:
James Franco
Megan Fox
Seth Rogen
Joey King
Will Ferrell
Jacki Weaver
Dave Franco
Danny McBride
Craig Robinson
Gus Van Sant
Mike Starr
Tyler Danna
Mia Serafino
Jason Fox
Melody Cole
Cadence Cole
Horatio Sanz
Ryan Moody
Chris Messina
Kevin Makely
Mino Mackic
Thomas Ian Nicholas
Derek Waters
Nina Ljeti
Scott Haze
Wim Wenders
Thaila Ayala

Direção:
James Franco

Produção:
Caroline Aragon
Vince Jolivette
Michael Mendelsohn

Fotografia:
Bruce Thierry Cheung

Trilha Sonora:
Johnny Jewel

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑