Cinecríticas faz um breve comentário sobre os vencedores do Oscar!

Não vi a cerimônia de entrega do Oscar desse ano. Estava a milhares de pés de altitude, no avião vindo do Rio de Janeiro pra Belém. Imaginem a minha ira.

Mas a vida é assim. Então só posso fazer aqui alguns breves comentários sobre os vencedores. Vamos a eles.

Primeiramente os óbvios: não tinha jeito nesse mundo de Christoph Waltz não ganhar o Oscar de melhor ator coadjuvante por Bastardos Inglórios. Creio que essa foi a única unanimidade total e absoluta da festa. Mo’nique também deu seu show em Preciosa. Só pela sua última aparição no filme, ela já levaria a estatueta. Jeff Bridges já merecia o prêmio há muito tempo e não havia dúvidas que Up – Altas Aventuras, levaria o Oscar de animação. Aliás, não entendi ele ter participado da categoria principal, já que a jogada da academia era bastante óbvia.

Falando em jogada, o Oscar deu o prêmio principal para a enganação do ano, Guerra ao Terror. É até um bom filme, mas muito longe de ser um possível vencedor ou talvez até mesmo ser indicado. Ele foi lançado no início ou meio do ano passado. Tanto pelo seu apelo de crítica, quanto de público, saiu direto em DVD no Brasil. Aluguei e escrevi minha crítica. Nada demais se comparado a filmes mais eletrizantes e interessantes como O Reino, entre outros. De repente no fim do ano, vários veículos de comunicação soltam críticas elogiando o filme de todas as formas possíveis, ganhando até um lançamento nos cinemas. Estranho, hein?

No dia da cerimônia começam a surgir as notícias de uma campanha por debaixo dos panos envolvendo lobby e até uma newsletter para apoiar a votação da produção. Inclusive, o produtor se desculpou pelo e-mail pedindo votos. Abocanhando os principais prêmios, Guerra ao Terror desbancou Avatar, o qual foi reduzindo a um filminho de efeitos especiais. Uma pena.

No mais, não pude conferir Um Sonho Possível que fez Sandra Bullock ser a grande vencedora e consolidar sua posição de queridinha de Hollywood e infelizmente, ver a cerimônioa, agora só ano que vem.

Abraços a todos!

1 Comment

Leave us a comment

  • Fernanda
    on

    Up é um filme primoroso. Só aquela parte inicial do filme já enche os nossos olhos. E que música.
    Não acho a Sandra Bullock uma grande atriz. Digamos, que na minha opinião, ela engana bem.
    Não vi guerra ao terror e pra sem bem sincera eu nem tinha ouvido falar dele antes da indicação do oscar. Porém li as criticas e enfim. Cada um tira as suas conclusões.
    Avatar é um filme lindo, porém não é uma história que me envolveu. Ok, veio para revolucionar o cinema e bla bla bla … ZZZZzzzz. Mas não achei que mereceria ganhar o prêmio de melhor filme.
    Bastardos inglórios eu achei um primor. Adoro Quentin Tarantino. Achei que o filme merecia mais.
    Christoph Waltz foi mais do que merecido. Muito bom!
    Ainda não vi preciosa, então nem posso falar nada.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑