Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (“The Dark Knight Rises”, EUA, 2012) ***NOS CINEMAS***

Genre : ,

O diretor Christopher Nolan deveria ganhar um prêmio por elevar à enésima potência a linguagem de uma obra cinematográfica que retrata um tema até então confinado mais ao público infanto-juvenil: os super-heróis. Com sua trilogia do Batman ele consegue, com pouquíssimos erros, estabelecer uma saga que vai ecoar como referência para qualquer produção do gênero.

Oito anos depois dos eventos de “O Cavaleiro das Trevas”, Bruce Wayne (Christian Bale de “Flores do Oriente”) aposentou o uniforme do Batman e vive recluso em sua mansão, deprimido por ter perdido o amor de sua vida e por se sentir inválido, já que Gotham não precisa mais dele. É quando o Comissário Gordon (Gary Oldman de “A Garota da Capa Vermelha”) descobre uma conspiração para destruir a cidade arquitetada por um terrorista chamado Bane (Tom Hardy de “Guerreiro”) e força Batman a voltar e enfrentar uma ameaça de proporções épicas que deixará Gotham citiada e mexerá com o obscuro passado do herói e de seus inimigos.

Uma das ótimas sacadas do roteiro escrito por Nolan e seu irmão, é que salvo as proporções fantasiosas de um filme de ação de Hollywood, a trama do terrorismo se encaixa perfeitamente e sem excessos que geralmente se contém em filmes de super-heróis. Para se ter uma ideia de quão aderente é a história, se trocássemos o Batman por outro personagem de ação, por exemplo John McLaine de “Duro de Matar”, a proposta ainda poderia ser mantida. E é justamente poder criar uma trama tão real e adequá-la perfeitamente ao universo dos quadrinhos que faz da produção ter, dentre tantos, mais um diferencial.

Ao contrário das partes anteriores da trilogia de Nolan, esta se foca muito mais em estabelecer um universo de personagens igualmente interessantes do que focar necessariamente no protagonista. Isso abre espaço para algumas das mais tocantes cenas, principalmente os aquelas com Alfred, do gênio e emocionante Michael Caine (“Viagem 2 – A Ilha Misteriosa”) e Gary Oldman.

Também introduzem personagens que fazem toda a diferença como o policial e idealista Blake (Joseph Gordon-Levitt de “50%” e uma das grandes surpresas), a Mulher-Gato (Anne Hathaway de “Um Dia”) que nunca é chamada por esse nome, apenas por Selina Kyle (apesar de numa notícia de jornal ser referida como “Cat” de gatuna) que com uma personalidade dúbia, acaba conquistando o espectador, e Miranda (Marion Cotillard de “Contágio”) uma rica empresária e talvez a única personagem que merecia uma exposição e desenvolvimento melhor na história.

Mesmo com tantos novos personagens (típico de fim de trilogia), a obra consegue abraçar com quase o mesmo nível de importância em cada contexto, todos os conhecidos do público, com direito até a pontas surpresas como a do Espantalho ou Jonathan Crane (Cillian Murphy de “O Preço do Amanhã”) numa divertida cena sobre inversão de valores em julgamento que lembra tramas pós-apocalípticas.

É lógico que com tanta gente e tantas histórias a serem contadas, nem mesmo todos os 164 minutos são suficientes para não deixar escapar certas falhas. Por sinal, até surpreende alguns erros tolos da direção como na cena em que Wayne escapa de uma prisão aparentemente em algum outro país e em poucos minutos aparece em Gothan bem vestido, sendo que a cidade estava completamente vigiada.

O Cavaleiro das Trevas Ressurge” não tem a mesma ação do que seu antecessor, o perfeito “O Cavaleiro das Trevas” e nem tem um vilão do mesmo quilate do Coringa, apesar de Bane também ser um ótimo objeto de estudo. Porém a parte que encerra a trilogia consegue o feito de conectar todos os pontos entre a primeira e a segunda parte com surpreendente maestria, sendo emocionante até o último momento, com reviravoltas feitas para os fãs pularem da cadeira. Seu final subjetivo que deixa para o espectador entender o destino do nosso herói (e com certeza a maioria será otimista), além de abrir espaço para continuações e ainda assim, fechar a trilogia sem nenhuma impressão de que algo está inacabado é o que faz deste Batman, o grande herói do cinema e a grande lição a ser aprendida por qualquer cineasta que se aventure a adentrar e adaptar o universo dos quadrinhos.
[rating:4.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Christian Bale
Gary Oldman
Tom Hardy
Joseph Gordon-Levitt
Anne Hathaway
Marion Cotillard
Morgan Freeman
Michael Caine
Matthew Modine
Alon Aboutboul
Ben Mendelsohn
Daniel Sunjata
Nestor Carbonell
Reggie Lee
Chris Ellis
Juno Temple
Rob Brown
John Nolan
Josh Stewart
William Devane
Harry Coles
Joey King
Liam Neeson
Cillian Murphy

Direção:
Christopher Nolan

Produção:
Christopher Nolan
Charles Roven
Emma Thomas

Fotografia:
Wally Pfister

Trilha Sonora:
Hans Zimmer

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑