Caso 39 (“Case 39”, Canadá / EUA, 2009) ***NOS CINEMAS***

Genre : ,

Parece um mantra, mas todo artista de Hollywood que povoa as comédias românticas acaba caindo num filme de terror. Vide Jim Carrey com seu “Número 23“, Cameron Diaz com o recente “A Caixa” e agora Renée Zellweger cuja última empreitada no cinema havia sido a comédia romântica (opa!) “Recém Chegada“.

Ela é a assistente social Emily que, atolada com 38 casos de maus tratos em crianças, ainda se depara com mais um. A peculiaridade é que nesse, os pais querem mandar pro inferno sua filhinha de 10 anos, Lilith (Jodelle Ferland de “Contraponto“). Na hora H, eles são presos e a menina acaba sob a guarda de Emily. Só depois ela vai descobrir que Lilith não é nada daquilo que parece ser e que deixaria crianças como a de “A Órfã” parecendo anjinhos.

O primeiro ponto negativo do filme é a questão dos sustos. É quase uma falta de caráter de um diretor quando os sustos provocados, nada tem a ver com a história, como por exemplo, um despertador que toca de repente ou um cachorro que começa a latir do nada, mas que não se relacionam com as cenas de tensão em si. Por outro lado o roteiro até o início do terceiro ato amarra muitíssimo bem a impossibilidade de Emily encontrar uma saída para sua situação, caindo em si gradativamente sobre a real condição de Lilith e esgotando suas alternativas até chegar à derradeira decisão de matá-la.

Entretanto é no último ato que a história se fragiliza: o componente sobrenatural da trama parece apenas servir à conveniência do roteiro, isto é, a pestinha mirim só é imbatível quando se convenciona assim, sem nenhum critério coerente. De outra maneira, o desfecho seria bem diferente, mas logicamente não se pode falar disso pra não estragar a surpresa.

Com efeitos especiais eficientes, mas discretos até demais, e atuações mornas, “Caso 39” é um terror que funciona em alguns níveis, mas falha feio em pontos cruciais da narrativa. Torna-se então um terror mediano e uma oportunidade que merecia ser melhor aproveitada.

[rating:2.5]


Ficha Técnica

Elenco:
Renée Zellweger
Jodelle Ferland
Ian McShane
Kerry O’Malley
Callum Keith Rennie
Bradley Cooper
Adrian Lester
Georgia Craig
Cynthia Stevenson

Direção:
Christian Alvart

Produção:
TiSteve Golin
Kevin Misher

Fotografia:
Hagen Bogdanski

Trilha Sonora:
Michl Britsch

 

4 Comments

Leave us a comment

  • Fernanda
    on

    Pelo o que o que parece o filme é fraco.

  • silvio3611
    on

    Apesar de estar de saco cheio desse tema exaustivo de ”criancinha endemoniada” até gostei do filme, tem uns sustos, na hora que ela fala com a voz do coisa ruim é legal, mas como vc disse, é um filme mediano, aliás, faz tempo que não vejo um terror decente.

  • saullo
    on

    cara, eu até gostei bastante do filme. dá uma tensao legal que nao achava há tempos nos ultimos filmes, como a cena do quarto quebrando e ela correndo até o ponto de ônibus.

    só o que nao achei legal foi o final. é sempre a mesma coisa…o cara parece que usa toda a sua inteligencia no desenrolar da trama e acaba cagando tudo no pessimo final…mas…mesmo assim, nada que venha a desvalorizar o filme

  • André
    on

    assino em baixo, desenrolar tenso e envolvente mas faltou explorar um pouco mais a pestinha, ficou tudo pros ultimos minutinhos do fim.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑