Minhas Mães e Meu Pai (“The Kids Are All Right”, EUA, 2010) ***NOS CINEMAS***

Genre : ,

Comédias dramáticas de famílias disfuncionais são no novo lugar comum cool do cinema independente americano. E como todo lugar comum é normal que comece a ficar repetitivo, a não ser que alguém surja com uma idéia original. E esse algo mais está presente em “Minhas Mães e Meu Pai“. Quem conhece do negócio, Lisa Cholodenko, diretora e roteirista da produção e que já pilotou alguns episódios da polêmica série lésbica “The L Word” conta a história de um casal de mulheres Nic e Jules (Annette Bening de “Mulheres – O Sexo Forte” e Julianne Moore de “O Preço da Traição” respectivamente).

Cada uma teve o ventre retilizado pelo mesmo esperma vindo de um banco, nascendo Joni que acabou de completar 18 anos (Mia Wasikowska de “Alice no País das Maravilhas“) e Laser (Josh Hutcherson de “Aprendiz de Vampiro“) com 15 anos. Ao atingir a maioridade, Joni faz a vontade do irmão e sem a ciência das mães, aciona o banco de esperma para conhecer o pai. É quando Paul (Mark Ruffalo de “Redes do Crime“) entra na vida da família e acaba provocando profundas mudanças no relacionamento entre eles.

Esta é, logicamente, uma obra de interpretações e, com exceção do normalmente fraco elenco mirim – ainda não sei o que viram na inexpressiva Mia Wasikowska – o trio de protagonistas dá um show com um roteiro que explora todas as possibilidades que o impacto de um elemento estranho numa família já peculiar poderia causar. Não é a toa que Benning e Ruffalo são indicados ao Oscar de melhores atores coadjuvantes nos respectivos gêneros.

O roteiro também acerta em jamais estereotipar os personagens, dando força à igualdade e mostrando a família com preocupações cotidianas e mesmo assim interessantes da forma com que se mostram e de como seus personagens aprendem a lidar com elas. Com alguns momentos de muito riso, mas de toda forma emocionante – a cena em que Jules discursa sobre o que é a vida de um casal no último ato e a reação de Nic são de chorar – “Minhas Mães e Meu Pai” não deve levar o Oscar de melhor filme (foi indicado), mas sua indicação sinaliza um contexto diferenciado e inteligente numa produção verdadeiramente emocionante. Vai para os favoritos do gênero.

[rating:4]


Ficha Técnica

Elenco:
Annette Bening
Julianne Moore
Mark Ruffalo
Mia Wasikowska
Josh Hutcherson

Direção:
Lisa Cholodenko

Produção:
Gary Gilbert
Philippe Hellmann
Jordan Horowitz
Jeffrey Levy-Hinte
Daniela Taplin-Lundberg
Celine Rattray

Fotografia:
Igor Jadue-Lillo

Trilha Sonora:
Carter Burwell
Liza Richardson

 

2 Comments

Leave us a comment

  • Cilla
    on

    Muito legal a crítica. Fiquei mais curiosa ainda para assistir ao filme! Achei interessante pontuares que o foco fora nos problemas familiares e não exatamente na homossexualidade, ressaltando a igualdade entre, não somente os gêneros como as orientações sexuais. Adorei! 😉

  • Insanidade Diária
    on

    Passando para conhecer e retribuir o carinho! Muito bom o blog! Parabéns! Agora vamos visitar sempre! =D Beijos

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑