Up – Altas Aventuras (“Up”, EUA, 2009) ***NOS CINEMAS***

Genre : ,

[youtube hwxqLjspkDI]

É a Pixar chegando à melhor idade. A altíssima tecnologia que revolucionou o mundo da animação já virou lugar comum dando espaço a roteiros cada vez mais inteligentes. E é com certa surpresa que nos deparamos com uma animação que, apesar de ser para a toda a família, é a primeira que tem um enfoque maior nos adultos e tratam de temas com uma profundidade que poucas crianças devem conceber.

O Senhor Frederiksen acaba de perder sua esposa, a qual conheceu na infância e compartilhava o sonho de ter uma casa perto de uma cachoeira na América do Sul. Prestes a perder sua casa para a construção e um condomínio, ele comete uma loucura: enche milhares de balões, fazendo sua casa se desgrudar do solo e flutuar para tentar chegar até a tal cachoeira. Mas ele não contava que um garoto chato e aprendiz de escoteiro estaria na varanda de sua casa, justo quando esta alçou vôo. Forçadamente juntos, eles devem enfrentar os perigos no ar e diversas surpresas ao chegar no destino, bem como fazer novos amigos: um pássaro raro e um cachorro falante que pode esconder um perigoso segredo.

Sempre detalhista e perfeccionista, o pessoal da Pixar surpreende com recursos narrativos impressionantes. Veja o dispositivo feito para que os cachorros pudessem falar e repare que mesmo assim eles se comportam como cachorros comuns. A própria disposição dos balões da casa ao longo da história quando eles estão murchando e a barba crescendo no nosso idoso herói são provais cabais do acabamento fantástico da produção. Aliás, uma das poucas histórias de animação que tem como personagem principal um senhor da melhor idade e que trata de temas tão sérios como morte, descaso com o idoso e abandono familiar. Os mais sensíveis podem ir às lágrimas e em especial com a trilha tocante de Michael Giacchino.

Em “Up“, a Pixar abandona carros, robôs, brinquedos, super-heróis e bichinhos bonitinhos pra contar uma linda história da mais pura humanidade que existe em toda criança e em todo idoso, sem é claro, tirar o bom humor que permeia todo o roteiro. Com o ótimo curta metragem introdutório tempo nublado, esse filme mostra que ainda temos muito o que nos surpreendermos com esses tão queridos personagens feitos com bits e pixels.

[rating:4]


Ficha Técnica

Elenco:
Edward Asner
Chico Anysio
Christopher Plummer
Jordan Nagai
Bob Peterson
Delroy Lindo
Jerome Ranft
John Ratzenberge

Direção:
Pete Docter

Produção:
Jonas Rivera

Trilha Sonora:
Michael Giacchino

 

2 Comments

Leave us a comment

  • saullo
    on

    tipo…esse filme foi baseado no padre?

    O.o

  • Clayton
    on

    Up, realmente Up!
    Se existem obrigações com a esposa de assistir a filmes românticos com ela, existem em assistir as animações com os filhos, mas há muito tempo a PIXAR já extrapolou esse patamar e diverte todos os públicos, e mais, levanta temas e faz refletir sobre temas complexos para a meninada muito melhor que muita película por aí.
    Da introdução emocionante da estória do Sr. Frederiksen até sua idade atual, até as assoberbadas aparições do escoteiro, do pássaro raro e do cachorro, nada deixa de ter a devida atenção, nada surge ao acaso ou é tratada de forma rasa.
    As limitações impostas pela idade remetem a humanização do personagem semelhante a abordagem que Clint Eastwood usa em seus filmes, e isto é apenas uma das referências que se pode localizar nessa animação, que em muitos momentos nos arranca um sorriso e ao mesmo tempo nos faz pensar em como chegaremos a terceira idade, ou se temos pelos nossos idosos a mesma consideração que o escoteiro lhe dedica.
    Os cachorros, ah os cachoros são um filme a parte e vê-los detalhades em seus menores tiques torna esse simples fato gerador de gargalhadas por toda a casa.
    Assisti Up com minha família e posteriormente com meus pais, e a opinião é unânime, desenvolveu-se a arte de nos fazer esquecer que estamos assistindo a uma simples animação.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑