Coração de Tinta (“Inkheart”, EUA / Alemanha / Inglaterra, 2008)

Genre : ,

[youtube zfhytq5MZwE]

Apesar de ser um ator versátil, Brendan Fraser sempre ficou muito a vontade fazendo produções mais populares para o público jovem, desde o ótimo “A Múmia” (o primeiro) até os regulares “Viagem ao Centro da Terra” e “Monkeybone – No Limite da Imaginação” ou o engraçado “George, O Rei da Floresta“. É de se estranhar, portanto, que ele pareça tão desconfortável fazendo “Coração de Tinta” no papel de um livreiro (aquele que restaura livros) que tem o dom de trazer os contos para a realidade, caso os leia em voz alta.

Na verdade não e estranho. É que dessa vez ele pegou um roteiro muito ingrato. Primeiro que ao invés de explorar as infinitas possibilidades dos poderes, o filme opta por dar um único caminho, o da busca pela sua esposa, sendo que nunca tem espaço para uma trama mais ousada. Também seus realizadores não se decidiram entre uma abordagem mais cômica e infantil ou uma mais séria e adulta, o que faz o filme ter momentos discrepantes que ao invés de agradar a todos, podem não agradar a ninguém. Fora as terríveis técnicas que truncagem e a péssima imaginação nos momentos em que os personagens dos livros ganham vida.

Chega a surpreender, numa história dessas, a quantidade de atores do time A de Hollywood presente na produção, como Paul Bettany (“Firewall – Segurança em Risco“), Hellen Mirren (“Intrigas de Estado“) e Jim Broadbent (“Harry Potter e o Enigma do Príncipe“). Ganhou quem comprou o papel dramático de corpo e alma, como na linda interpretação de Bettany que ofusca os demais, sempre que aparece. Além é claro da ótima ponta da maravilhosa Jennifer Connelly (“Ele Não Está Tão a Fim de Você“), esposa de Betanny na vida real e que prova que ela dá luz a qualquer obra mesmo entrando muda e saindo calada.

Com alguns ótimos efeitos especiais pelo menos no último ato, é lá mesmo que o roteiro enlouquece jogando todas as premissas apresentadas pelo ralo. “Coração de Tinta“, baseado no livro homônimo de Cornelia Funke, revela-se uma decepção pelo que poderia ser, tornando-se apenas uma diversão fraca, relegada a uma provável Sessão da Tarde em alguns anos.

[rating:2]


Ficha Técnica

Elenco:

Brendan Fraser
Sienna Guillory
Eliza Bennett
Paul Bettany
Helen Mirren
Matt King
Stephen Graham
Andy Serkis
Rafi Gavron
Jennifer Connelly
Jim Broadbent

Direção:
Iain Softley

Produção:
Cornelia Funke
Ileen Maisel
Diana Pokorny
Iain Softley

Fotografia:
Roger Pratt

Trilha Sonora:
Javier Navarrete

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑