Absentia

Genre :
Actor : , ,
Director :
Country :
Release Date : 2011

Foi o primeiro longa-metragem de Mike Flanagan e o filme que o colocou posteriormente no mapa do time A de Hollywood dos filmes de terror, entregando a partir daí ótimas produções como “O Espelho”, “Ouija: A Origem do Mal” e “O Sono da Morte”. Esta sua estréia na direção é bem pobrinha, fazendo deste um filme B, mas com muita criatividade e uma história intrigante.

Absentia é um termo em latim que significa morte presumida. Judicialmente se dá esse termo quando alguém desaparece sem ser achado (nem o corpo) por muitos anos. É o caso do marido de Tricia (Courtney Bell que também esteve em “O Sono da Morte”) que desapareceu por sete anos e então ela resolve seguir em frente com a ajuda da recém-chegada irmã Callie (a desconhecida Catherine Parker), uma ex dependente de drogas que tenta refazer a vida. Quando Callie começa a praticar cooper na vizinhança, ela passa por uma passarela subterrânea, ela começa a se deparar com eventos suspeitos e possivelmente sobrenaturais.

A sacada narrativa do roteiro é que ele gira em torno de duas tramas complementares, mas diferentes: uma logicamente é o próprio fenômeno sobrenatural que pode ou não esclarecer o sumiço do marido de Tricia, mas também ameaçar as duas irmãs; a outra é o produto do sentimento de perda e é muito interessante como a reação da perda mexe com os personagens em diferentes níveis, chegando a uma determinada reação se confundir com a própria realidade que se consolida numa ótima cena no segundo ato entre o detetive que investiga o caso e Tricia. E ele explora não só a perda física, como a perda de um sentimento, a perda da confiança, ou seja, pode-se dizer que a perda é a força motriz do filme.

Os efeitos especiais são poucos e precários, mas Flanagan consegue disfarçar com uma edição esperta e inclusive mudando a cronologia de certas cenas onde ele usa de flashbacks para cortes rápidos sem comprometer a narrativa.

O que logicamente deve dividir opiniões é a própria natureza do sobrenatural, pois ela não é explicada ou até mesmo seu propósito, levando a um desfecho bom, mas depressivo e fazendo questão de manter seu segredo ou simplesmente pela falta de definição que o roteiro não conseguiu equacionar.

“Absentia” consegue prender o espectador até o final e mantém atenção com pouquíssimos elementos devido ao curto budget. É a prova que em épocas de crise, a gente se reinventa.

Curiosidades:
– A atriz Courtney Bell estava realmente grávida de 7 meses quando fez o filme.
– Cúmulo da coincidência: na cena em que as irmãs vêem um novo apartamento pra morar, a equipe técnica achou um vazio para se filmar e chegando lá descobriram que o apartamento era do próprio diretor Mike Flanagan que estava a venda!
– Foi feito a partir de fundo coletivo (crowdfunding) pelo Kickstarter.com
– Na cena do psiquiatra de Tricia, o espelho na parede é o próprio espelho sobrenatural do filme “O Espelho”, fazendo uma deliciosa referência.

Ficha Técnica

Elenco:
Catherine Parker
Courtney Bell
Dave Levine
Justin Gordon
Morgan Peter Brown
James Flanagan
Doug Jones
Scott Graham
Connie Ventress
Ian Gregory
Mark Dumonski
Elisabeth Adwin

Direção:
Mike Flanagan

Produção:
Morgan Peter Brown
Mike Flanagan
Justin Gordon
Joe Wicker

Fotografia:
Rustin Cerveny

Trilha Sonora:
Ryan David Leack

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑