Fantasmas do Passado (“Ég man þig”)

Diretamente da Islândia chega um suspense sobrenatural no mínimo intrigante. O roteiro divide a narrativa em duas partes: Freyr (Jóhannes Haukur Jóhannesson de “Atômica”) é um psicólogo que ajuda a polícia a investigar um caso de um suicídio de uma senhora. O caso o leva a um passado distante sobre o desaparecimento de uma criança que, por sinal, tem muitas semelhanças com o desaparecimento de seu próprio filhos alguns anos antes.

A outra trama fala de três jovens que vão para uma ilha distante para reformar uma antiga casa a fim de fazerem de lá um hotel e começam a experimentar fenômenos sobrenaturais.

Sem grana para nada muito épico, o diretor Óskar Thór Axelsson se beneficia das boas angulações de câmera e da montagem para fazer algumas eficientes cenas de susto sem serem apelativas: reparem seu trejeito em revelar uma cena através focando primeiro no rosto do artista olhando, para depois partir para o quadro em si.

Outro ponto positivo e a fotografia de Jakob Ingimundarson que consegue efeitos diferentes em cada segmento: na ilha, há uma bela fotografia, porém com uma enorme sensação de solidão, o que passa uma impressão de aterrador isolamento dos personagens frente à ameaça sobrenatural; e na cidade com o psicólogo, uma fotografia urbana opressiva e sufocante, aumentando a tensão entre o caso de assassinato com seus desdobramentos e seu próprio drama pessoal do desaparecimento do filho.

E como nada se cria, tudo se copia, a trilha sonora é uma variação inventiva da icônica trilha que Hans Zimmer fez para “Inception: A Origem” que tem seu ápice no último ato.

Finalmente, a grande sacada está em como as duas tramas se encontram no clímax, o que é uma reviravolta que só não é mais surpreendente porque o diretor quis deixar um clima de subjetividade justamente na hora de ser explícito.

Fantasmas do Passado” é um ótimo sopro de inteligência e execução vindo da improvável Islândia, foge dos lugares comuns e de clichês americanos e por essas e outras deve ser muito bem apreciado.

Ficha Técnica

Elenco:
Jóhannes Haukur Jóhannesson
Ágústa Eva Erlendsdóttir
Elma Stefania Agustsdottir
Sara Dögg Ásgeirsdóttir
Thor Kristjansson
Anna Gunndís Guðmundsdóttir
Jóhann Sigurðarson
Sveinn Geirsson
Þröstur Leó Gunnarsson
Ragnheiður Steindórsdóttir
Þór Tulinius
Jóhanna Vidgis Arnardóttir
Gudni Geir Jóhanneson
Bjarni Kristbjðrsson
Arnar Páll Harðarson

Direção:
Óskar Thór Axelsson

Produção:
Skuli Fr. Malmquist
Sigurjon Sighvatsson
Thor Sigurjonsson

Fotografia:
Jakob Ingimundarson

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑