Mank

Genre :
Actor : , , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2020

O filme da Netflix que tem a cara do Oscar, porque sua história é falar de Hollywood, o que a própria Hollywood adora.

Fala sobre Herman Mankiewicz, conhecido por Mank, interpretado brilhantemente por Gary Oldman de “A Possessão de Mary”. Mank foi um brilhante e famoso roteirista dos estúdios MGM nas décadas de 30 e 40 que se tornou persona non grata dos estúdios após se intrometer numa querela política, bem como pelo seu desastroso alcoolismo.

O filme se passa em dois momentos chave: na sua queda quando descobre que os estúdios de Hollywood vinham secretamente apoiando um condidato conservador ao governo da Califórnia; e poucos anos depois já no fundo do posso, em sua luta para escrever o que viria a ser um dos grandes clássicos do cinema de todos os tempos, “Cidadão Kane” lançado em 1941 e dirigido pelo aclamado Orson Welles.

O diretor David Fincher de “Garota Exemplar” primou pela perfeição da execução tanto na parte técnica quanto na performance dos atores, o que entrega o design de produção e reconstituição de época impecáveis, inclusive sendo filmado todo em preto e branco com as câmeras utilizadas na época (ou seja, não existe versão colorida do filme).

A trilha sonora dos produtores eletrônicos cada vez mais solicitados Trent Reznor e Atticus Ross de “As Ondas” surpreende justamente por não ter acordes eletrônicos e terem usados uma orquestra com instrumentos da época que na edição final se fundiram com as trilhas vocais formando uma trilha única para o filme.

As atuações e maneirismos da época tão são muito bem caracterizados e além de Oldman dar um show, o elenco coadjuvante está afinado e mostra o seu melhor.

Só a história em si que, pelas idas e vindas no tempo, talvez não fique detalhadamente clara, pois mostra eventos muito específicos do showbusiness e que talvez soem desconexos para o contexto geral.

Mank” prima pela excelência em sua execução e funciona em quase todos os pontos, mesmo tempo um tema de difícil abordagem até mesmo para o público cativo americano.

Curiosidade:

– O roteiro foi escrito pelo falecido pai do diretor David Fincher, Jack Fincher.
– David Fincher e Gary Oldman foram casados com a mesma mulher, Donya Fiorentino. Fincher foi casado de 1990 a 1995 e Oldman de 1997 a 2001. Ambos os casamentos terminaram de forma desastrosa. Fincher diz que a experiência negativa dos dois serviu de inspiração para seu filme “Garota Exemplar”.
– O filme foi marcado por um perfeccionismo tão grande de Fincher que ele chegava a filmar até 200 takes de uma única cena. Conta-se que o recorde foi passar uma semana filmando a mesma cena.
– Ao contrário do que mostra o filme, é assumido que o verdadeiro motivo pelo qual Mank se tornou um pária em Hollywood foi pelo seu alcoolismo e por ter iniciado a atriz Marion Davies (interpretada por Amanda Seyfried de “Meu Amigo Enzo“) na bebida entre outros vícios.
– Também ao contrário do filme a saída de Marion da MGM não se deu pela falta de lucratividade de seus filmes, mas pela falta opções de personagens para ela interpretar, já que era vista como atriz de um só tipo de personagem. A grande maioria de seus filmes foram lucrativos. Então ela foi para a Warner Bros. Seu diretor favorito e amante William Hearst também foi junto, apesar de no filme ele ter continuado na MGM.
– Há uma cena em que um alto executivo da MGM, Irving Thalberg diz que não quer mais os comediantes Irmãos Marx em seu escritório. Foi porque Thalberg nunca cumpriu horários e sempre fazia as pessoas esperarem muito. Daí uma vez quando foi receber os irmãos Marx eles estavam completamente nus assando batatas numa fogueira na antessala de seu escritório. Também por isso que na cena Mank fala “Tô sentindo um cheiro de verão aqui dentro”.
– Outro erro factual foi a cena do jantar que ocorre em 1937 quando na verdade Marion (presente no jantar) deixou a MGM em 1934, conforme o próprio filme mostra.
– Também há uma cena em que Marion diz ter vendido imóveis para bancar a dívida de seu amante Hearst, mas na verdade ela vendeu parte de sua coleção de jóias.

Ficha Técnica

Elenco:
Gary Oldman
Amanda Seyfried
Lily Collins
Tom Pelphrey
Charles Dance
Arliss Howard
Tuppence Middleton
Monika Gossmann
Joseph Cross
Sam Troughton
Toby Leonard Moore
Tom Burke
Ferdinand Kingsley
Jamie McShane
Jack Romano

Direção:
David Fincher

Produção:
Ceán Chaffin
Eric Roth
Douglas Urbanski

Fotografia:
Erik Messerschmidt

Trilha Sonora:
Trent Reznor
Atticus Ross

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑