O Quarto dos Esquecidos (“The Disappointments Room”)

Genre :
Actor : , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2016

Nem só de “Anjos da Noite” vive a delícia Kate Beckinsale. Mas bem que ela poderia escolher um filme melhorzinho pra fazer.

Ela é Dana que como 99% das protagonistas de filmes de casa assombrada, vai com marido e filho por conta de um trauma (no caso, como 99% das vezes, a morte de um ente querido). E é claro que ela é a mais sensível e começa a experimentar o que ela pensa ser eventos sobrenaturais, principalmente quando descobre num sótão um quartinho sinistro e todo fechado.

Pior do que ser totalmente clichê é copiar cenas de filmes de terror ruins: há uma cena em que Dana fica presa no quarto que é praticamente um clone de outro terror trash chamado “A Casa do Bem e do Mal” ou quando ela tem determinadas visões que parecem ser uma xerox de “A Última Premonição”.

Praticamente sem sustos, o espectador vai penar até pra entender a natureza das entidades e, chega num ponto tão cansativo que talvez ninguém nem mais se importe se são espíritos, coisa da cabeça da protagonista ou algo desconhecido. O roteiro joga e tira personagens sem mais nem menos – vide na cena em que a velhinha liga pra casa pra falar sobre assombrações, ninguém atende e fica por isso mesmo – e junto com a péssima direção de D.J. Caruso (da mesma tragédia “XXX: Reativado”), comete atrocidades sem igual com tomadas e edições precárias.

Em nome de Deus, o que é aquele terceiro ato onde um casal de amigos vai visita-los e com uma edição absurdamente rápida e desconexa, tudo já termina com ela correndo pro mato? Passa até a impressão que a cópia está com problema, mas a trilha sonora não deixa mentir: pura incompetência dos realizadores.

Com um anti-climax e um desfecho que prova que nem os roteiristas sabem do que se tratavam os fenômenos, “O Quarto dos Esquecidos” é uma decepção em todo e qualquer aspecto que se possa imaginar num terror que não assusta numa história que não engata e com uma direção só não consegue estragar a beleza de Kate Beckinsale, porque o resto…

Curiosidades:

– O filme foi um fracasso tão grande de crítica e público nos cinemas americanos que a distribuidora até desistiu de lança-lo em blu-ray se limitando a DVD normal e streaming.
– Fora que o filme foi feito em 2014 e as reações iniciais foram tão negativas que só decidiram lançar no cinema em 2016.

Ficha Técnica

Elenco:
Kate Beckinsale
Mel Raido
Duncan Joiner
Lucas Till
Michaela Conlin
Michael Landes
Marcia DeRousse
Celia Weston
Charles Carroll
Ella Jones
Gerald McRaney
Jennifer Leigh Mann
Joely Fisher

Direção:
D.J. Caruso

Produção:
Sam Englebardt
William D. Johnson
Geyer Kosinski
Vincent Newman

Fotografia:
Rogier Stoffers

Trilha Sonora:
Brian Tyler

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Yã Contra
    on

    Realmente péssimo, os temas que o filme tenta abordar, de crianças deformadas isoladas pelas famílias e morte de recém nascidos por descuido materno, são temas que poderiam gerar um historia bem melhor e tensa, mas o filme falha miseravelmente nisso.
    Achei que o filme até estava sendo bem desenvolvido apesar de meio lento, mas chega na parte final e é uma correria só, personagens jogados e mal desenvolvidos, todos o lado paranormal e psicológico mal explicado, deu a entender que os planos eram desenvolver mais essa parte mas na hora de editar cortaram tudo e fizeram um copilado pra concluir e terminar de uma vez.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑