Sacrifício (“Sacrifice”)

Radha Mitchell de “A Cabana” é Tora, uma obstetra que depois do quarto aborto decide adotar uma criança na distante ilha onde seu marido Duncan (Rupert Graves de “Revolução em Dagenham”) nasceu. Chegando na ilha ele sem querer descobre um cadáver enterrado no terreno de sua casa e fica obcecada em desvendar o mistério que pode atingir a todos na ilha.

Claramente uma produção B, mas com um roteiro bem escrito que, mesmo com algumas pontas soltas frente ao desfecho, consegue ser coerente dentro do contexto surreal a que se propõe.

A experiente Radha Mitchell dá a credibilidade certa sem descambar para o caricatural ou estereótipo. O espectador segue uma linha de raciocínio da protagonista e vai juntando as peças que, mesmo previsíveis, tornam-se parte de um quebra-cabeça interessante de montar.

Ponto fraco fica por conta do diretor desconhecido Peter A. Dowling: sem o mínimo tino para conduzir a narrativa, ele parece sempre apressado, com edições desleixadas e transições amadoras que pouco tem a ver com o dinheiro empregado e muito com a sua competência (ou falta dela). A ausência do mínimo de elegância de sua parte faz com que a produção pareça aquelas feitas para a TV da década de 90 onde as noções de estética e ritmo modernas eram irrelevantes para seus realizadores.

Ainda assim a história poderosa e a protagonista salvam “Sacrifício” de afundar e transformam o filme num passatempo digno e sem arrependimentos, mesmo com todas as pedras que o diretor deixou no caminho.

Ficha Técnica

Elenco:
Radha Mitchell
Ian McElhinney
Rupert Graves
David Robb
Hilary Rose
Joanne Crawford
Liam Carney
Conor Mullen
Lesa Thurman
Deirdre Monaghan
Declan Conlon
Peter Vollebregt
Aron Hegarty
Rachel Oliva
Bernadette Brown

Direção:
Peter A. Dowling

Produção:
Peter Lewis
Tristan Lynch
Aoife O’Sullivan
Arnold Rifkin

Fotografia:
David Grennan

Trilha Sonora:
Benedikt Brydern

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑