A Batalha das Correntes (“The Current War”)

Baseado na história real da invenção da lâmpada elétrica por Thomas Edison, a qual foi seguida de uma competição feroz entre o inventor e o lendário empresário George Westinghouse (companhia que existe até hoje) para ver quem conseguia mais contratos para iluminar os EUA. A grande diferença entre os dois é que enquanto Edison apostava na corrente contínua (DC), Westinghouse apostava na corrente alternada (AC) e daí o título do filme. Quem souber física ou história já vai saber quem ganhou.

Também fala sobre a participação do gênio Nikola Tesla na materialização de máquinas que funcionariam através da energia elétrica, o que praticamente foi o motor (literalmente falando) para a Revolução Industrial e por causa dele, hoje temos um grau de automatização cada vez maior.

Dirigido por Alfonso Gomez-Rejon que estreou com o ótimo “Eu, Você e a Garota que Vai Morrer”, ele pegou um time de craques: tanto Benedict Cumberbatch (“1917”) como Thomas Edison, quanto Michael Shannon (“Entre Facas e Segredos”) como Westinghouse desenham personagens complexos, muito além do simples mocinho e bandido. Aliás, é até surpreendente como as aparências podem enganar o espectador numa primeira impressão.

O próprio Nicholas Hoult (“Quando Te Conheci”) está com ótimos trejeitos para interpretar Tesla, enquanto nosso “Homem-Aranha” Tom Holland consegue pelo menos uma interpretação digna e discreta.

Mesmo com quase duas horas de duração, o roteiro parece atirar para vários lados, tentando contextualizar a época e acaba minimizando alguns aspectos, como a participação da família na vida dos protagonistas, e até mesmo a contribuição de Tesla que só quem conhece conseguirá inferir da narrativa. Por outro lado, mostra superficialmente o volume de invenções que Edison conseguia trabalhar em paralelo.

Além do grande elenco, outro diferencial é a didática da narrativa que faz com quem qualquer público entenda os princípios básicos do eletromagnetismo sem ter o mínimo de conhecimento.

A Batalha das Correntes” tem grandes atuações, conta uma história relevante, mesmo que um pouco romantizada demais, e é recomendada para todos os cinéfilos, ainda que tenha algumas gorduras localizadas no roteiro.

Ficha Técnica

Elenco:
Benedict Cumberbatch
Michael Shannon
Nicholas Hoult
Katherine Waterston
Tom Holland
Matthew Macfadyen
Tuppence Middleton
Oliver Powell
Nancy Crane
Liza Ross
Tim Steed
David Morley Hale
Amy Marston
Robert Jezek
Abigail Johns
Tom Bell
Giles Terera
Samuel Dutton
Stanley Townsend
Emma Davies
Nigel Whitmey
Simon Manyonda
Katy Poulter

Direção:
Alfonso Gomez-Rejon

Produção:
Timur Bekmambetov
Basil Iwanyk

Fotografia:
Chung-hoon Chung

Trilha Sonora:
Dustin O’Halloran
Volker Bertelmann

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑