Entre Facas e Segredos (“Knives Out”)

Quem diria que depois de “Star Wars: Os Últimos Jedi”, o diretor Rian Johnson iria fazer um filme tão bom quanto, mas com uma temática completamente diferente. Nos EUA, esse tipo de filme de mistério tem uma categoria especial chamada “whodunnit” (contração de “Quem fez?” ou no caso “Quem Matou?”). Sim, lembra muito aquele jogo de tabuleiro Detetive.

Com um elenco estelar, a história se passa numa mansão onde se descobre que seu patriarca Harlam (Christopher Plummer de “A Exceção”) foi assassinado. Com a grande família ainda atônita entra em cena o inspetor Blanc (Daniel Craig, ou James Bond), uma espécie de Hercule Poirot dos livros de Agatha Christe, para desvendar esse mistério onde todos podem ser culpados.

Os personagens foram deliciosamente delineados para serem estereótipos leves de uma família neurótica, passando pelo filho rebelde (o Capitão América Chris Evans), a filha autossuficiente e arrogante (Jamie Lee Curtis de “Halloween”), o filho sempre subestimado (Michael Shannon de “Elvis & Nixon”), a nora maluquinha (Toni Collette de “Toda Arte é Perigosa”) e até mesmo a enfermeira do recém morto (a girl magia Ana de Armas de “Mãos de Pedra”), entre outros.

Mais do que uma dinâmica impecável entre tantos personagens e o fato de eles praticamente ocuparem espaços semelhantes dentro da produção é justamente a condução e direção que faz a diferença, além de um roteiro escrito com inteligência invejável. O diretor Rian Johnson coloca pequenas reviravoltas em toda a narrativa, além de “dar e tirar o doce” do espectador para que ele quebre a cabeça sobre quem matou o patriarca ou até mesmo se alguém o matou de verdade.

O senso de humor é impagável e o desfecho da emaranhada trama esconde uma simplicidade que só uma ótima didática do roteiro consegue levar tranquilamente o público a todas as respostas no final.

Entre Facas e Segredos” chega despretensioso e conquista um elevadíssimo patamar entre filmes de qualquer gênero com uma inusitada combinação de história, elenco e direção. Recomendadíssimo!

Curiosidades:

– Benoit Blanc, o detetive interpretado por Daniel Craig tem seu nome como combinação de duas coisas diferentes: o próprio nome francês inspirado em Hercule Poirot de Agatha Christie e o fato de ambos os nomes começarem com a mesma letra é uma homenagem aos super-heróis de quadrinhos.
– Na vida real a atriz que interpreta a mãe do patriarca interpretado por Christopher Plummer é apenas 6 anos mais velha que ele.
– O leitor do testamento é Frank Oz, diretor e ator mais conhecido pela voz do Mestre Yoda de Star Wars. É a primeira vez em 20 anos que ele aparece num filme em carne e osso e não apenas dublando um personagem.
– O ator Joseph Gordon-Levitt de “Snowden: Herói ou Traidor” é um dos melhores amigos do diretor Rian Johnson e apareceu em todos os seus filmes. Neste houve um conflito de agenda, mas ainda assim ele gravou a sua voz que aparece num dos programas de televisão no meio do filme, mantendo a sua participação em 100% dos filmes do diretor.
– Quando o Inspetor Blanc aparece pela primeira vez, ele está sentado ao fundo de um interrogatório policial ao lado de um piano. De vez em quando ele aperta uma tecla do piano que geralmente incomoda os interrogados. À primeira vista ele parece apertar essa mesma tecla aleatoriamente. Mas não: sempre que ele aperta, a pergunta seguinte do policial é “Que horas você chegou na mansão?”, ou seja, ele sinaliza o momento que o policial tem que fazer a pergunta.
– O título em inglês Knives Out é uma homenagem a uma música com o mesmo nome da banda Radiohead. Não é coincidência, pois o título de trabalho era Morning Bell, outra música do mesmo álbum da banda.
– O notebook de Harlam roda um Windows XP.
– A cena inicial na mansão é o inverso da cena final. (Quem viu vai entender).

Ficha Técnica

Elenco:
Daniel Craig
Chris Evans
Ana de Armas
Jamie Lee Curtis
Michael Shannon
Don Johnson
Toni Collette
LaKeith Stanfield
Christopher Plummer
Katherine Langford
Jaeden Martell
Riki Lindhome
Edi Patterson
Frank Oz
K Callan
Noah Segan
M. Emmet Walsh
Joseph Gordon-Levitt

Direção:
Rian Johnson

Produção:
Ram Bergman
Rian Johnson

Fotografia:
Steve Yedlin

Trilha Sonora:
Nathan Johnson

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑