O Halloween do Hubie (“Hubie Halloween”)

Adam Sandler fazendo papel de retardado em filme besteirol é aquilo que a gente odeia adorar ou adora odiar. Para os fãs, só o fato dele poder e querer retornar as suas origens é uma vitória. Apesar de ser bem bobinho, reúne todos os elementos que fizeram o comediante saltar para o estrelado.

O diretor Steven Brill é daqueles parceiros de Sandler que já o dirigiu em alguns filmes sendo o mais recente, “Zerando a Vida” e aqui os dois contam a história de Hubie, um eterno assustado, mas que é apaixonado pelo Halloween, mesmo que toda cidade zombe dele por isso. Na noite do Dia das Bruxas, pessoas parecem estar sendo abduzidas ou mortas por um psicopata e só ele pode descobrir quem é o misterioso vilão.

Com a gangue de sempre e renovando a parceria com a Netflix, as piadas de Sandler variam do óbvio ao engraçadinho, mas o design de produção dá uma certa credibilidade com efeitos especiais e técnicos bastante apurados e algumas gags com rimas visuais interessantes, além, é claro da especialidade do ator e produtor: as referências à cultura pop.

Aqui ele explora todo o leque de filmes de terror, principalmente aqueles dos anos 80 e 90 como o próprio “Halloween” (tem uma cena que é exatamente a mesma do filme, quando o Michael Myers pega a máscara na rua), “Sexta-Feira 13”, “Hora do Pesadelo”, “Brinquedo Assassino”, “Pânico” e até “Família Adams” entre outros. Um dos “guilty pleasures” é tentar identificar ao máximo as referências, que por si só, é um passatempo à parte.

Como não poderia deixar de ser, o desfecho é tão absurdo quanto à personalidade de Hubie, mas não dá pra negar que a produção é um prato cheio para os fãs e tem a consistência de não enganar o espectador, com lugar garantido na galeria de elite de besteiróis do ator.

Curiosidades:

– Há uma homenagem póstuma ao jovem ator Cameron Boyce, revelado pelo Disney Channel e depois pela série “Os Descendentes”, que foi contratado para o filme, mas faleceu antes das filmagens.
– Hubie tem em seu quarto um poster do ator Burt Reynolds no filme “Agarre-me se Puderes” de 1977.
– As filhas de Adan Sandler aparecem durante o filme.
– Quinto filme de Sandler onde seu interesse amoroso tem nome e sobrenome começando com V. Os outros foram “Billy Madison: Um Herdeiro Trapalhão” (Veronica Vaughn), “Um Maluco No Golfe” (Virginia Venit), “O Rei da Água” (Vicki Vallencourt) e “Little Nicky: Um Diabo Diferente” (Valerie Veran).
– Ben Stiller aparece no início reprisando seu papel em “Um Maluco No Golfe”.
– O filme que uma personagem assiste na TV é “A Criatura do Lago Negro” de 1954.

Ficha Técnica

Elenco:
Adam Sandler
Kevin James
Julie Bowen
Ray Liotta
Steve Buscemi
Rob Schneider
Maya Rudolph
Tim Meadows
Michael Chiklis
June Squibb
George Wallace
Kenan Thompson
Shaquille O’Neal
Ben Stiller
Jackie Sandler

Direção:
Steven Brill

Produção:
Allen Covert
Kevin Grady
Adam Sandler

Fotografia:
Seamus Tierney

Trilha Sonora:
Rupert Gregson-Williams

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑