Sin City: A Dama Fatal (“Sin City: A Dame to Kill For”)

O primeiro “Sin City” revolucionou as adaptações de HQ. Não só tem o principal atrativo de ter uma linguagem visual nada mais que idêntica à revista de Frank Miller, como a própria história, um apanhado de contos que se entrecruzam sobre personagens decadentes nessa cidade do pecado, acerta em cheio no gosto do espectador.

Já a continuação sofre por diversos males. Primeiro porque o diretor Robert Rodriguez teve o azar de ter o elenco original cortado quase que inteiramente, seja por conflitos de agenda (como Clive Owen que interpretava Dwight), infelizes falecimentos (Brittany Murphy e Michael Clarke Duncan) e até mesmo o anúncio de gravidez da oriental Devon Aoki. Apesar de todos teres substitutos a altura, fica muito mais difícil criar um histórico para o espectador, mesmo aquele que tivesse visto o antecessor há pouco tempo. Mas quem se destaca em todas as cenas é o impagável Marv, vivido deliciosamente por Mickey Rourke (“Imortais”).

Pra piorar as histórias adaptadas – basicamente quatro segmentos – se passam antes e depois do original. Isto é, a confusão se instala e o tempo em que demora para se situar na trama e relacioná-la com as histórias passadas é maior do que simplesmente para aproveitá-la.

E finalmente as próprias histórias tem muito menos apelo: na trama principal, Dwight – aqui vivido por Josh Brolin de “Old Boy: Dias de Vingança” – cai numa armadilha provocada pela paixão de sua vida, Ava (a sempre nua e linda Eva Green de “300 – A Ascenção do Império”); Na outra o jovem Johnny (Joseph Gordon-Levitt de “Juventude em Fúria”) tenta vencer uma mortal partida de poker com o senador Roark (Powers Boothe de “Corra que o Agente Voltou”, ótimo no papel, por sinal); E a trilogia de histórias principais se completa com a stripper Nancy (Jessica Alba de “Machete Mata”) tenta matar Roark por ter provocado o suicídio de seu grande amor Hartingan (Bruce Willis que reprisa seu papel numa ponta espiritual).

As histórias pouco prendem, enrolam demais, enquanto o diretor tenta compensar com uma profusão de personagens coadjuvantes que pouco agregam. Visualmente parece repetir mais do mesmo, só que sem o cuidado do primeiro, ou melhor, sem o cuidado de parecer igual à HQ. Até o final parece insosso e faz “Sin City: A Dama Fatal” dispensável ou, no máximo, recomendado pra quem curte o Marv, a melhor coisa do filme.

Ficha Técnica

Elenco:
Mickey Rourke
Jessica Alba
Josh Brolin
Joseph Gordon-Levitt
Rosario Dawson
Bruce Willis
Eva Green
Powers Boothe
Dennis Haysbert
Ray Liotta
Christopher Meloni
Jeremy Piven
Christopher Lloyd
Jaime King
Juno Temple
Stacy Keach
Marton Csokas
Jude Ciccolella
Jamie Chung
Julia Garner
Lady Gaga
Alexa PenaVega
Patricia Vonne
Bart Fletcher

Direção:
Frank Miller
Robert Rodriguez

Produção:
Sergei Bespalov
Aaron Kaufman
Stephen L’Heureux
Mark C. Manuel
Alexander Rodnyansky
Robert Rodriguez

Fotografia:
Robert Rodriguez

Trilha Sonora:
Robert Rodriguez
Carl Thiel

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑