Sua Melhor História (“Their Finest”)

Duas coisas sobre as quais os estúdios de cinema adoram escrever: amor… e o amor ao cinema. Esses dois temas foram muito bem colocados nessa produção que mostra a Segunda Guerra Mundial pouco antes dos EUA se juntarem aos Aliados.

Pouco depois dos eventos da batalha de Dunquerque (lembra do filme “Dunkirk”?), os estúdios britânicos resolvem fazer um filme sobre o tema para motivar o povo e, entre outros motivos, cativar o público americano a se juntar na guerra. É aí que entra a dupla de roteiristas Buckley (Sam Claflin de “Enola Holmes”) e Catrin (Gemma Arterton de “Mistério no Mediterrâneo”) como uma das primeiras roteiristas mulheres do cinema.

A diretora Lone Scherfig (“Um Dia”) consegue estabelecer uma tríade narrativa que se mistura organicamente: todo o processo de materialização do filme dentro do filme; a tensão amorosa entre os roteiristas, sendo que Catrin é casada; e, é claro, um pouco dos horrores da guerra e como os cidadãos britânicos lidavam com os bombardeios enquanto a vida deveria continuar.

A dinâmica entre personagens e eventos é coesa, o elenco está deliciosamente carismático, com destaque para o sempre ótimo Bill Nighy de “Emma” que interpreta um ator vaidoso, com tiradas que lembram seu icônico personagem em “Simplesmente Amor”.

Finalmente importante frisar que o roteiro consegue fugir do lugar comum no terceiro ato – apesar de alguns clichês antes disso – e passa uma importante mensagem sobre a vida vencendo a morte e como abraçar grandes oportunidades mesmo com grandes perdas. Aliás, o espectador deve descobrir depois da uma mínima análise que o final do filme sobre Dunquerque tem muito mais relação com essa produção do que se pensa. E tudo por conta da inteligência dos autores e da condução de Scherfig.

Minha Melhor História” constrói um arco de história completo indo do romance ao drama com pitadas de humor, tudo com equilíbrio e na hora certa, além de belas interpretações. Recomendado!

Curiosidades:

– Há uma cena em que Buckley fala “Cinema é que nem a vida, só que sem as partes chatas”. Essa é uma citação de Alfred Hitchcock.
– Apesar do filme ser uma ficção, a protagonista é baseada numa roteirista de verdade que trabalhou durante a guerra para os estúdios, mas teve pouquíssimo reconhecimento por ser uma mulher, Diana Morgan.
– No filme, há uma locação dentro do estúdio (último ato) e as locações externas (em outra cidade). Na realidade o filme inteiro foi rodado dentro dos estúdios da Pinewood que possui uma vasta área externa.

Ficha Técnica

Elenco:
Sam Claflin
Gemma Arterton
Richard E. Grant
Henry Goodman
Rachael Stirling
Jack Huston
Bill Nighy
Jeremy Irons
Eddie Marsan
Amanda Root
Patrick Gibson
Jay Simpson
Paul Ritter
Frances Jeater
Claudia Jessie
Stephanie Hyam
Richard Syms
Natalia Ryumina
Helen McCrory

Direção:
Lone Scherfig

Produção:
Finola Dwyer
Elizabeth Karlsen
Amanda Posey
Stephen Woolley

Fotografia:
Sebastian Blenkov

Trilha Sonora:
Rachel Portman

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑