Vingadores: Ultimato (“Avengers: Endgame”)

Se teve um filme na história cinematográfica contemporânea que fechou uma saga com três horas de duração numa comoção geral de fãs com um final para cada personagem foi “Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei”. Finalmente temos “Vingadores: Ultimato” como o melhor paralelo para a saga da Terra Média, mas com ainda mais superlativos: foram 22 filmes em 11 anos para construir o arco cinematográfico da Marvel com uma consistência invejável e enorme atenção no nível do detalhe, indo do intimismo ao épico, da ação à comédia ou ao drama sem prejudicar o resultado.

Nesse derradeiro episódio, após Thanos eliminar metade da população do universo, os heróis que sobraram tentam de alguma forma tocar a vida quando obviamente percebem que pode haver uma segunda chance.

Cercado de reviravoltas, qualquer palavra dita na crítica pode ser spoiler, mas vamos arriscar: a trama intrincada obviamente vai envolver viagem no tempo e é muito interessante que, como tema já batido, o roteiro faz até brincadeira com várias produções que se utilizam do mesmo artifício, principalmente “De Volta Para o Futuro” (coincidência: tem o mesmo compositor, o mesmo Alan Silvestri).

Os personagens sempre bem trabalhados e tem como Thor e Hulk os melhores alívios cômicos, como se fosse uma vocação desde “Thor Ragnarok”. Aliás sua caracterização que faz analogia – falada no filme – com o icônico personagem Dude do clássico “O Grande Lebowski” de 1998 dos Irmãos Coen é impagável. Por outro lado, Tony Stark, Steve Rogers, Natasha e Barton se apresentam como o grande peso dramático da história, num contraponto que só agrega na trama.

É claro que o melhor da viagem do tempo é revisitar vários dos filmes passados (ou outras ocasiões) com outra visão ou até mesmo redescobrindo momentos não vistos, dando nova perspectivas para a série em retrospecto.

Como mais um comparativo a saga de “Senhor dos Anéis”, a batalha final tem proporções arrebatadoras e um desfecho de partir o coração. Aliás, até lá muitas lágrimas de fãs já rolaram e muitas rolarão, pois como dito no início, há um final para cada personagem e alguns deles são emocionantes.

O interessante é que o início e o final são extremamente intimistas e o terceiro ato faz praticamente homenagem à toda história dos principais heróis. Os créditos finais e até algumas cenas antes lembram a estratégia da saga “Crepúsculo” de visualizar o máximo de personagens possível sem sair do contexto.

Tudo é acertado, mesmo que nem tudo seja explicado, mas “Vingadores: Ultimato” fecha talvez o maior capítulo do Universo Marvel com ação e emoção que o espectador não quer que acabe jamais. São 3 horas que poderiam ser 30. Pra ficar na memória me rever quantas vezes for possível.

Curiosidades:
– Comparei mais de uma vez “Vingadores: Ultimato” com “Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei“. Este foi lançado em 2008, mesmo ano de “O Homem de Ferro” que inicia o Universo Cinematográfico da Marvel.
– Robert Downey Jr. foi o único do elenco a ler o script inteiro do filme.
– Houve uma pausa para folga da equipe de 3 a 5 semanas entre “Guerra Infinita” e “Ultimato”.
– Brie Larson filmou primeiro suas cenas para esse filme e só depois para “Capitã Marvel”, o qual cronologicamente vem antes deste.
– Evangeline Lilly e Paul Rudd filmaram ao mesmo tempo esse filme e “Homem Formiga e a Vespa”.
– No trailer Tony Stark diz que está preso na nave há 22 dias. 22 é o número de filmes do universo Marvel até então.
– No início do filme Natasha recebe um reporte de um terremoto no Oceano Atlântico o que pode significar uma futura aparição de Namor, o Príncipe Submarino.
– A vila batizada de Nova Asgard fica na Escócia e é chamada de St. Abbs.
– Natasha usa um colar com um arco e flecha para simbolizar a amizade que sente por Barton, o Gavião Arqueiro.

SPOILERS – SÓ LEIA SE JÁ TIVER VISTO O FILME!

– No funeral de Tony Stark, há um jovem sozinho que foi o menino que salvou Tony em “O Homem de Ferro 3”. Especula-se que ele pode ser o novo Homem de Ferro num capítulo futuro.
– Ainda no funeral, Morgam – a filha de Tony Stark com Pepper Potts – pede um cheeseburger e Happy – o segurança de Stark – diz que Tony adorava cheeseburgers. É uma referência a “O Homem de Ferro” na cena após Tony escapar da caverna e chegar numa conferência pedindo um cheeseburger.
– Finalmente o Capitão América levanta o Martelo de Thor, o Mjolnir, provando que é digno! Mas como assim se em “Vingadores: A Era de Ultron” ele não conseguiu? Na verdade, ele move um pouquinho o martelo e só Thor nota. Steve Rogers sempre conseguiu mover o martelo, mas naquela época ele não quis ferir os sentimentos de Thor provando isso.
– Tony Stark inicia a saga da Marvel em “O Homem de Ferro” fechando o filme com a frase “Eu sou o Homem de Ferro”. Em “Vingadores: Ultimato”, ele faz a mesma coisa.
– Há um cena no passado onde vemos o motorista de Howard Stark, chamado Jarvis (daí que vem o nome do antigo sistema de Tony que depois veio a se tornar o Visão) e interpretado por James D’Arcy (”Boneco de Neve”) que fez o mesmo papel na série “Agente Carter”. É o primeiro personagem transportado de uma série da Marvel para o cinema.
– Quando o Capitão América vê o exército de Thanos se aproximando, ele escuta o Falcão Negro no rádio falando “À sua esquerda!” que era exatamente a brincadeira que Steve pregava em Sam Wilson no filme “Capitão América 2: Soldado Invernal”.
– É dito no filme que mesmo mudando o passado, o presente não mudaria, porém no final vemos o Capitão América velhinho (105 anos enxutíssimos) e com uma aliança no dedo significando que ele passou a sua vida no passado com a Agente Carter. Mas como isso foi possível? Resposta: Esse sempre foi o destino dele. Em “Capitão América 2: Soldado Invernal” Steve Rogers vai visitar sua amada já em seus últimos suspiros e ela está com uma aliança de casamento, mas nunca se sabia quem seria o marido. Era ele mesmo! Daí se explica na cena em que volta ao passado para roubar a pedra, ele encontrar na sala de Peggy Carter uma foto dele em cima de sua mesa. Ou seja, para ela, ele sobreviveu à queda do avião em “Capitão América – O Primeiro Vingador”, enquanto o Steve Rogers do passado estava congelado. Quando ele é descongelado, ele participa de todos os eventos da saga Marvel normalmente até voltar ao passado e envelhecer até o presente, fazendo com que a premissa de viagem do tempo se mantenha amarrada e só exista um Capitão América.
– Na última cena do filme, a música que Steve Rogers escuta dançando com Peggy Carter é a mesma que ele toca em seu apartamento ao conversar com Nick Fury em “Capitão América 2: Soldado Invernal”.
– A parte em que o Capitão América engana a Hydra dizendo que é um deles foi tirada de uma famosa história do ano passado das HQs onde ele realmente vira membro da Hydra (na verdade uma cópia fascista do herói… mas é outra história).
– A cena pós créditos de “Capitã Marvel” não aparece no filme. Isso não é explicado, mas a cena acontece de verdade e Bruce Banner explica que seus amigos (Tony Stark, Dr. Estranho, Peter Parker) sumiram no espaço. Então ela vai atrás deles e encontra Tony e Nebula com seus poderes. Ou seja, quando a Capitã Marvel desce na Terra, já é pela segunda vez desde o desaparecimento metade do universo. Da maneira que as cenas foram montadas no filme, pode causar certa confusão.
– Apesar de nos cartazes individuais da campanha de marketing do filme aparecerem o Visão e o Loki, eles foram mortos antes de Thanos usar a Manopla do Infinito e portanto sem chances de voltar (apesar de podermos ver Loki no passado em algumas cenas).
– Em “A Era de Ultron” a Feiticeira Escarlate provoca visões nos personagens numa das cenas. Não sabíamos, mas praticamente todas era sobre o futuro:
–> Tony vê o ataque do exército de Thanos.
–> Thor vê um baile em Asgard onde um dos personagens diz que ele não salvou seu povo (o que acontece já que metade de Asgard foi dizimada).
–> Natasha, a Viúva Negra, vê o seu passado, já que ela não tem futuro.

Ficha Técnica

Elenco:
Robert Downey Jr.
Chris Evans
Mark Ruffalo
Chris Hemsworth
Scarlett Johansson
Jeremy Renner
Don Cheadle
Paul Rudd
Benedict Cumberbatch
Chadwick Boseman
Brie Larson
Tom Holland
Karen Gillan
Zoe Saldana
Evangeline Lilly
Tessa Thompson
Rene Russo
Elizabeth Olsen
Anthony Mackie
Sebastian Stan
Tom Hiddleston
Danai Gurira
Benedict Wong
Pom Klementieff
Dave Bautista
Letitia Wright
John Slattery
Tilda Swinton
Jon Favreau
Hayley Atwell
Natalie Portman
Marisa Tomei
Taika Waititi
Angela Bassett
Michael Douglas
Michelle Pfeiffer
William Hurt
Cobie Smulders
Sean Gunn
Winston Duke
Linda Cardellini
Maximiliano Hernández
Frank Grillo
Hiroyuki Sanada
Tom Vaughan-Lawlor
James D’Arcy
Jacob Batalon
Vin Diesel
Bradley Cooper
Gwyneth Paltrow
Robert Redford
Josh Brolin
Chris Pratt
Samuel L. Jackson

Direção:
Anthony Russo
Joe Russo

Produção:
Kevin Feige

Fotografia:
Trent Opaloch

Trilha Sonora:
Alan Silvestri

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑